Evento: Festival da Primavera 2018

Tema: A natureza que nos encanta

Para começarmos todos juntos essa incrível jornada, faço-lhes uma pergunta bastante

simples, mas carregada de curiosidade:

Quanto é o tempo que você e sua família têm para brincar com a natureza?

Antes de responder, vamos pensar juntos, o que significa tempo na natureza. Pensemos então, numa planta. Quanto tempo uma única folha demora para se abrir, desde o botão que se forma no pequeno caule até sua abertura completa? E quanto tempo esta planta atinge seu crescimento total, enfim se tornando adulta? Por fim, qual é o sentido desse tempo para este único ser vivo?

É único… isso mesmo, o tempo é único!

A experiência de estar com a natureza significa que você reservou tempo (aquele que se marca no relógio) e, ao mesmo tempo, se desligou dele a ponto de entrar na percepção do tempo da vida, das crianças (ou da natureza), daquele tempo que não pode ser medido, que só pode ser vivido.

As crianças nascem com esse tempo único, um tempo natural. Aos poucos, esse tempo natural recebe o tic-tac do relógio da rotina dos adultos, o imediatismo de tudo, enfim, o tempo acaba sendo percebido como algo mecânico, que pode ser medido de forma independente do que é sentido, e as expressões da vida natural acabam passando despercebidas. É tempo de esquecer o tempo.

É tempo de viver a natureza, estar imerso nela e estabelecer uma relação frequente e harmoniosa, pois nos desperta a sensibilidade entre a conexão da natureza com o ser humano, nos tornando seres mais humanos para retomar o contato com o tempo natural.

Esse tempo é nosso, pois nós também somos natureza!

Bióloga Camila Akemi



O evento acontece dia 22.09

Tuma da manhã: 10h
Turma da tarde: 15h

Segmentos envolvidos: Berçário, Educação Infantil, Fundamental I (somente os Primeiros Anos),
Oficinas (Fund. I e II: Jazz, Street Dance e Circo).

Deixe um comentário